"Saudade do seu abraço que nunca tive e do seu beijo que nunca senti. Saudade da sua voz que me acalmava e da risada que era a melhor melodia que já ouvira. Saudade do seu toque que nunca apreciei e dos seus tapas que nunca senti. Saudade de quando eu não sentia saudade de nada. Saudade da infância e dos joelhos machucados. Saudade de quando eu dormia no sofá e acordava na cama. Saudade, apenas saudade."

K. Shibahara. (via romantizado)

04/18/14 • 1696 note(s) •
"

A gente não faz ideia de como mudou até que a mudança já tenha acontecido.

O Diário de Anne Frank

"


(via morr3ndo)

04/17/14 • 1 note(s) •
04/17/14 • 975 note(s) •